Dor Lombar (Lombalgia)  - Tratamento

O tratamento da dor lombar, que também é conhecida como lombalgia, deve seguir os seguintes passos:

  • eliminar a causa da lombalgia

  • uso de medicamentos

  • fisioterapia

  • procedimentos anestésicos

  • rizotomia por radiofrequência

  • cirurgia

 

Eliminar a causa da dor lombar

Na lombalgia, assim como em qualquer doença ou problema de saúde, deve-se, em primeiro lugar, identificar e eliminar sua causa, caso seja possível. Sendo assim, de modo geral, as seguintes ações devem ser levadas em consideração:

  • corrigir a má postura

  • interromper ou retardar o desgaste inadequado da coluna

  • evitar carregar pesos exagerados

  • não realizar atividades físicas que causem estresse na coluna vertebral

  • perder peso (para os obesos)

  • reduzir o stress

  • parar de fumar (tabagismo, assim como o stress, pode causar lombalgia)

Um problema que frequentemente causa lombalgia é a degeneração da coluna, também conhecida como " desgaste". Você pode ver mais detalhes das alterações degenerativas que ocorrem na coluna clicando  

Medicamentos

Paralelamente à eliminação das causas, inicia-se administração de remédios para tratamento da lombalgia. Porém, isto sempre deve ser feito através da prescrição e supervisão de um médico. Podem ser utilizados analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares. 

Os medicamentos não tratam o problema em si mas atuam nas suas consequências, além de trazer alívio para a pessoa, é claro. Uma dor causada por má postura, por exemplo, pode gerar espasmo muscular. Este espasmo, além de causar mais dor, dificulta a modificação e correção da postura. Então o uso de um relaxante ajuda a aliviar o espasmo muscular propiciando não só o alívio da dor, mas também a melhora da postura. 

Os analgésicos diminuem ou eliminam a dor, ou seja, atacam o sintoma que incomoda a pessoa. Além disso, eles favorecem o início da próxima etapa que é a fisioterapia. Uma pessoa com dor dificilmente consegue realizar adequadamente os exercícios fisioterápicos. Com o alívio da dor isto se torna possível. 

Fisioterapia

Na lombalgia podem estar presentes muitos fatores que melhoraram com o tratamento fisioterápico. A má postura pode ser corrigida com exercícios de alongamento e fortalecimento da musculatura. É importante notar que a musculatura envolvida não é apenas aquela localizada especificamente na região lombar. Toda a musculatura da cintura atua estabilizando a coluna vertebral lombar. Todos esses músculos, inclusive os abdominais, devem ser trabalhados juntos para que estejam em harmonia. Um desequilíbrio nessa musculatura pode ser, inclusive, a causa da dor lombar. Um músculo abdominal muito forte, por exemplo, pode "puxar" a coluna para frente se não tiver uma musculatura oposta também fortalecida. Esta falta de equilíbrio é uma causa comum de lombalgia.

O plano de tratamento fisioterápico para a dor lombar deve ser traçado pelo fisioterapeuta que é o profissional habilitado para isso. Cabe ao médico apenas algumas pequenas orientações gerais. 

Existem inúmeras técnicas de fisioterapia existentes que podem ajudar no tratamento da dor lombar. Além da fisioterapia motora básica, existem o RPG (reeducação postural global), o Pilates e a hidroterapia, por exemplo. Também podem ser utilizadas diversas atividades esportivas, realizadas sob a supervisão de um fisioterapeuta, como hidroginástica, natação, musculação, etc.

Procedimentos anestésicos e minimamente invasivos para tratamento da dor lombar

Infiltração: Quando a dor lombar é muito intensa, ou então quando não se obtém melhora com as medidas citadas acima, podemos lançar mão de procedimentos baseados na anestesia. Uma injeção de um anestésico, que pode ser associado a um anti-inflamatório, no local do ponto mais doloroso geralmente causa um grande alívio ao paciente. Quando a pessoa toma um comprimido por via oral, a substância ativa do medicamento vai se espalhar por todo o corpo e somente uma pequena parte vai atuar no local da dor. Já a injeção na região dolorosa vai liberar 100% da droga no ponto onde ela deve agir. Este, basicamente, é o princípio dessas injeções que geralmente são chamadas de infiltrações.

Bloqueio: Outro tipo de procedimento que pode ser utilizado para a lombalgia é o chamado "bloqueio". De maneira geral, os bloqueios correspondem a uma anestesia peridural. Injeta-se um anestésico ao redor da medula interrompendo (bloqueando) a passagem do sinal de dor através dos nervos. Há o bloqueio dos impulsos nervosos tanto da coluna quanto dos nervos das pernas. 

Denervação ou Rizotomia: Na "denervação ou rizotomia das facetas articulares" realiza-se a injeção de um anestésico, e eventualmente a associação de outras substâncias, na região das articulações da coluna lombar. Ao redor dessas articulações há uma concentração grande de nervos que transmitem o sintoma de dor da região lombar. O objetivo é o alívio da lombalgia.

Infiltração e denervação facetária lombar

Rizotomia por radiofrequência - pontos na coluna onde passam os nervos transmissores da dor

Rizotomia por radiofrequência: Semelhante ao método anterior, na "rizotomia por radiofrequência" o médico posiciona uma agulha nos pontos onde passam os nervos transmissores dos impulsos da dor. Ela é conectada a um aparelho que esquenta a ponta da agulha a uma temperatura de 80 a 90° C por aproximadamente um minuto. Isso cauteriza esses nervos que transmitem a dor e o alívio é praticamente definitivo. Esse método entra na categoria dos procedimentos "minimamente invasivos".  

Entre esses procedimentos citados, podemos dizer que existem vantagens e desvantagens em cada método e algumas diferenças nas suas indicações. Sendo assim, só o médico é capaz de saber qual a técnica mais adequada para cada paciente. Entretanto, a característica principal de todos eles é que o alívio da dor geralmente é temporário. Mas com este alívio o paciente pode ser capaz de realizar uma fisioterapia, por exemplo, que não conseguia executar devido a dor, o que irá lhe proporcionar uma melhora no longo prazo.

Aparelho e eletrodos utilizados na rizotomia por radiofrequência

  • Facebook Social Icon
  • Twitter
  • Google+
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn ícone social
  • Google ícone social Places